O quente do inverno #1

LEIA ESSE POST

animal GIVENCHY2

Lançamento Outono Mirele Maria

LEIA ESSE POST

IMGL3248

Dracce Chic!

LEIA ESSE POST

IMGL8438

Purpurina’s Day! #Carnaval

LEIA ESSE POST

IMGL2277
17 de fevereiro de 2014
#romantic1984
postado por Laura em Cultura

Em 2014 começa a ser rodado o filme Equals, versão romântica para o clássico 1984, de George Orwell, que terá Kristen Stewart e Nicholas Hoult no elenco. Isso já deu o que falar (fãs da obra e do escritor usaram nas redes sociais a hashtag #romantic1984, comentando suas expectativas) e como adoro sugerir livro e filme por aqui, inspirada por essa notícia, vim correndo dar dica de leitura de duas obras do escritor.

George Orwell, pseudônimo de Eric Arthur Blair, escrevia sobre injustiça social, totalitarismo, oligarquia, com metáforas que tornam as histórias interessantíssimas, narrativas detalhadas de forma tão intensa que fazem a gente imaginar perfeitamente os fatos. Obras eternas e inteligentíssimas, que mesmo antigas, permanecem atuais, dessas que prendem e intrigam.

–> 1984 – A obra conta a história de Winston, um homem que se rebela contra a sociedade controlada pelo Grande Irmão – o personagem que deu origem à ideia de vigilância full time que inspira o reality show “Big Brother”. Conta desde o início da sua rebeldia, até seus benefícios e consequências…

1984_capa

Winston vive aprisionado na engrenagem totalitária de uma sociedade completamente dominada pelo Estado, onde tudo é feito coletivamente, mas cada qual vive sozinho. Ninguém escapa à vigilância do Grande Irmão, a mais famosa personificação literária de um poder cínico e cruel ao infinito, além de vazio de sentido histórico. De fato, a ideologia do Partido dominante em Oceânia não visa nada de coisa alguma para ninguém, no presente ou no futuro. O’Brien, hierarca do Partido, é quem explica a Winston que ‘só nos interessa o poder em si. Nem riqueza, nem luxo, nem vida longa, nem felicidade – só o poder pelo poder, poder puro.’

–> A Revolução dos Bichos (tenho um amor especial por esse livro. É fantástico!) – Original Animal Farm, verdadeiro clássico moderno, é uma fábula sobre o poder. Narra a insurreição dos animais de uma granja contra seus donos, porém, a revolução degenera numa tirania ainda mais opressiva que a dos humanos.

a_revolução_dos_bichos_capa

Num belo dia, os animais da fazenda do sr. Jones se dão conta da vida indigna a que são submetidos: eles se matam de trabalhar para os homens, lhes dão todas as suas energias em troca de uma ração miserável, para ao final serem abatidos sem piedade. Liderados por um grupo de porcos, os bichos então expulsam o fazendeiro de sua propriedade e pretendem fazer dela um Estado em que todos serão iguais. Logo começam as disputas internas, as perseguições e a exploração do bicho pelo bicho, que farão da granja um arremedo grotesco da sociedade humana.

Escrita em plena Segunda Guerra Mundial e publicada em 1945 depois de ter sido rejeitada por várias editoras, essa pequena narrativa causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista.

As referências no livro são claras a Stálin e Trotsky, tornando a obra ainda mais interessante!!

Ambos possuem várias versões no cinema, umas atuais, outras antigas, algumas independentes, vale a pena ler e assistir!

Para quem curte, já dei algumas dicas no blog de livros e viraram filmes, confiram aqui e aqui.

Beijos, beijos.



3 Comentários

  • esther:

    fev 18, 2014

    Responder

    MUITO BOOOM! <3

    • Laura:

      fev 18, 2014

      Responder

      Lembrei quando a gente era à toa e ficava por conta de ler e repassar os livros. Era tão bom, né, amiga! Sinto falta até dos 72 exercícios de matemática e muita Coca-Cola com Fandangos e Passatempo pra dar energia!
      Beijo!

      • esther:

        fev 18, 2014

        Responder

        Nossaaa, eu amo muito vc!

Deixe seu comentário!

Nome obrigatório

Website